Rafaella Gregório, Autor em Prof. Atiliano — Página 2 de 3Prof. Atiliano Rafaella Gregório, Autor em Prof. Atiliano — Página 2 de 3

Rafaella Gregório

Sou Rafaela, orgulhosa de ser legitimamente Alagoana e Igrejanovense. Sou filha de Rejinaldo de Souza e Rosilaine Gregório. Concluí o ensino médio em 2012, na Escola Estadual Professor Pedro Reys, na cidade que resido, então comecei a me preparar para o vestibular, consegui seis bolsas de estudos: três em Instituições Federais e três em Instituições Privadas. Sou estudante de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Alagoas. Divido meu tempo estudando, mas tenho algo que muitos consideram dom, eu apenas considero o amor pela escrita. Amo escrever desde que me entendo por pessoa, coleciono sonhos, histórias, sorrisos e guardo todos na escrita. Escrevo sobre sentimento, sobre autoajuda, cotidiano, pessoas, religião e tudo que o mundo ao redor me proporcionar inspiração. Em 2012, criei o blog “Linhas Tortas”, com a finalidade de guardar e mostrar ao mundo da Web, o quanto meus escritos podem ajudar a vida de alguém, o quantas muitas pessoas já vivenciaram momentos parecidos é lá que deposito cada palavra, cada parte do que sinto, do meu amor pela leitura, escrita e pela vida. Irei dividir com vocês, principalmente você leitor Igrejanovense, você jovem, você adulto, você idoso. Em cada palavra, cada frase, cada parágrafo, cada texto, deixará o meu olhar diante do mundo; espero que te faça refletir sobre a vida, que mude a sua maneira de enxergar o mundo e além de tudo, te proporcione o gosto que tem de viver.

Notícias

  • ESTAÇÕES!

    Publicado em 10 de janeiro de 2015

    ESTAÇÕES!

    Uns dizem que todo ano novo é como um novo livro, no primeiro dia você irá começar a preencher cada página de mais um livro. Ou melhor, a vida é um livro e cada ano você começa a preencher um novo capítulo. Tem livros que você lê, gosta e guarda na gaveta, outros que você é obrigado a ler e existem livros que mudam sua vida. Se sua vida é um livro, qual livro você é?

    Pensou? Pois bem, eu como você, acredito que o melhor livro é esse que muda a vida do outro, que melhora e enriquece, afinal, os que mudam nossa vida são os melhores livros (pessoas).

    (...) Ela sabe que nesta vida não se tem garantia de coisa alguma, ela pode pensar que é especial, mas pode servir apenas como um tapa buraco no coração do outro. Assim, sem probabilidade alguma de dá certo, a moça que não era Capitu com os mesmos olhos de ressaca; se esquece de todos os golpes baixos da vida, levante e segue em frente, como dizia Fernando de Abreu, não por ser forte, mas por não conseguir ter ódio em seu coração.

    Você até pode...

  • PORQUE NÃO FALAR SOBRE O AMOR!

    Publicado em 18 de dezembro de 2014

    PORQUE NÃO FALAR SOBRE O AMOR!

    Amor não precisa ser pedido, amor não requer opinião, mas sim tempo. O amor deve e é regado, cuidado e alimentado, caso contrário não é amor, mas sim apenas uma paixão, paixão dessas que pode acabar em qualquer esquina, com qualquer escolha errada ou com qualquer mágoa antiga. O amor é quando você conhece o outro, sabe que o outro vai errar e mesmo assim ainda está ao lado dele, está com ele para ajudar, para cuidar, para crescer junto. O amor existe em várias formas, existe o amor de um casal, quando os dois decidem viverem juntos e dividem seus dias independentemente de qualquer erro, de qualquer dor, de qualquer falha; existe o amor de um pai e de uma mãe por seus filhos, que se alimenta todo dia; existe o amor por si próprio que deve ser o primeiro, que toda afeição e confiança esteja em si para depois doar aos outros; existe o amor de Deus que é o maior supremo, o inenarrável.

    Deus diz na Bíblia para amarmos nossos inimigos, amar as pessoas mais difíceis de nossas vidas, porque será? Certa vez, um palestrante me falou que amar é escolha, a gente escolhe...

  • A VIDA DESSE MEU LUGAR

    Publicado em 8 de dezembro de 2014

    A VIDA DESSE MEU LUGAR

    Maria Rita, afirma que a vida é cheia de vindas e idas, de chegadas e despedidas. Quem consegue partir para o outro lado da vida e depois mandar notícias? “Todos os dias é um vai e vem”, realmente, todos os dias, uns vão trabalhar, outros vão estudar, outros ainda dormem, outros estão fazendo os outros sorrir, outros estão nos hospitais, outros em gavetas de necrotério.

    Já imaginou olhar a vida em 1 minuto? Toda a vida do mundo? A mãe que sorrir ao vê pela primeira vez o rosto de seu filho, o pai que se emociona por ouvir seu filho chamando por ele pela primeira vez, a moça chorando porque o namorado foi embora, a outra sorrindo porque ele voltou, os avós emocionados pelo casamento da neta, o filho chorando por ter perdido o pai, a mãe chorando por ver seu filho preso, a criança dando seus primeiros passos, o sol indo embora, a lua vindo, a chuva alegrando muitos e ao mesmo tempo entristecendo tantos, a flor desabrochando, o céu azul, a vida, mais uma vida ali, mais outra aqui, uma indo embora, e outras vindo. Pensou?

    Imaginou? A vida é tão maravilhosa, deve ser por...

  • SERÁ QUE TODOS TEM UM PROPÓSITO?

    Publicado em 25 de novembro de 2014

    SERÁ QUE TODOS TEM UM PROPÓSITO?

    Começo esse post com essa pergunta, pois percebo que nesta vida terrena muitos tem uma vocação, ou melhor, um propósito de cuidar, de ser transformador na sociedade, digo isto porque uma simples conversa, um simples gesto fez com que eu mudasse de opinião, em vários momentos uma simples conversa nos auxilia para a vida toda. Ás vezes estamos passando por momentos difíceis em nossas vidas e parece que essas pessoas vem para nos ajudar, nos orientar quando estamos perdidos ou sem rumo.

    (...) Ele acorda veste a farda e vai ao trabalho pra mais uma luta diária, sem saber o que aquele dia o reserva, sem saber que aquele simples homem pode salvar várias vidas.

    Alguns têm dificuldades de se relacionarem entre os demais, pois acreditam que a cor, a raça, a renda, a localidade em que o outro tem irá constituir sua personalidade, porém quem pensa assim se engana meu caro leitor, o que constitui o seu eu, o que nos torna mais humanos é a maneira que somos e não que temos. Percebo diante da sociedade capitalista em que tudo que importa é o vim, o material, muitos se esquecem de amar a si...

Todos os direitos reservados © 2017